Dono de boate é morto ao reagir a tentativa de assalto em Ubiratã

Postado em: 17-11-2017

 Paulo Silas da Silva Reis, 54, conhecido como Paulão, dono da Boate Bataclan, em Ubiratã foi morto com um tiro de pistola por volta das três horas da madrugada de quinta-feira, durante uma tentativa de assalto.

O latrocínio aconteceu quando três indivíduos chegaram ao portão da Boate Bataclan e pediram para entrar. Quando a porta foi aberta, um dos indivíduos deu voz de assalto e mandou Paulo e sua esposa deitarem no chão, momento em que foi efetuado um disparo, que acertou o dono da boate.
Mesmo ferido, Paulão revidou contra o disparo e os ladrões fugiram, tomando rumo ignorado.
A equipe da Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local, junto com a equipe do Samu, Paulão já estava morto.
Ao investigar o caso, os policiais receberam a informação de que em uma residência na Rua Benjamim Constante havia uma pessoa ferida por disparo de arma de fogo. No local os policiais encontraram A.A.G., de 18 anos, que estava com um ferimento nas costas. Junto com ele estava L.H.L., de 20 anos. Os dois teriam chegado correndo à residência naquele instante.
Os policiais realizaram uma busca no local e encontraram uma garrucha calibre 32. Nervosos, os dois confessaram participação na tentativa de roubo que culminou com a morte do dono da boate. Em seguida os policiais foram até a casa de J.P.P.L., de 18 anos, morador da Vila Recife, que também confirmou participação na ação. Depois disso os policiais localizaram uma pistola Bersa, usada no crime.
Os três autores do crime foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Ubiratã, junto com as três armas apreendidas, as duas usadas pelos criminosos e a que estava com a vítima, um revólver calibre 38.

Fonte: Goionews